Zelig

Formados no final de 2006, desenvolvem música original que, assim como o camaleão homónimo de Woody Allen, se trans-figura sob a influência da esfera que a envolve. É nesse universo musical que se experimentam direcções que dão origem a um zig-zag sonoro onde tudo é possível.

Os Zelig jogam com o som, explorando as potencialidades dos instrumentos que utilizam, sem abdicar do espaço que lhes resta para serem realmente livres: o da criatividade musical. O recurso a texturas experimentais e arranjos pouco convencionais são recorrentes na sua música.